quinta-feira, 19 de março de 2015

Top: Woodstock Repaginado #Matéria MNN

 Meninas, venho para compartilhar a minha coluna na Revista MNN (para quem não sabe, é a revista do condomínio onde eu moro). A matéria dessa vez teve um quê especial pois além de eu ter escrito o texto com o maior carinho, ainda contei com as fotos da Thaís Aquino (Insightt), minha amiga que é fotógrafa e já contribuiu uma vez com o blog, lembram (aqui)? Dessa vez eu queria fazer algo mais profissional, com um editorial beeem bacana. O resultado ficou incrível, do jeito que eu imaginava.
 Vocês sabem o quanto eu amo moda e por isso, devem imaginar o quanto eu fico realizada por ter meu esforço concretizado em uma revista. É uma experiência incrível, pois eu sinto um gostinho do que eu quero para o meu futuro, sabem?
 O tema é sobre a tendência da vez: anos 70.Espero que vocês gostem da redação, das fotos e tudo mais, fiz tudo com todo o carinho do mundo!
Woodstock Repaginado: Os anos 70 vão invadir seu guarda-roupa
 Todo início de estação é o mesmo roteiro: nos deparamos com uma infinidade de tendências para aderirmos nos próximos meses, porém dessa vez a história é outra. Os estilistas, tanto nacionais quanto internacionais,convergiram para uma década que não só ditou moda, mas também música e arte. Estamos falando da virada dos anos 60 para os 70. Sim, vamos retornar aos festivais de música, como Woodstock, ao período da emancipação feminina e toda a explosão cultural. Mas claro, numa versão nada caricata, ou seja, um hippie repaginado
 Em meio ao grito de liberdade e diversidade da época, a moda de agora segue o mesmo, ou seja, todas as vertentes dos anos 70 estão liberadas: produções boho chic, estampas psicodélicascalças boca de sino, muito crochê efranjas, além de looks bem ao estilo do filme Os Embalos de Sábado à Noite encarnando a Disco Queen



segunda-feira, 9 de março de 2015

Reflexão+News: Faculdade #UFRJ

 Já dizia a música da Legião Urbana: "Mentir para si mesmo é sempre a pior mentira". Ainda bem  que resolvi escutar meu coração a tempo. Estava prestes a me deixar levar por ideias pré-estabelecidas na sociedade: de que devemos seguir as graduações em cursos tradicionais. Por muito tempo tentei me convencer disso, pois era mais fácil. Mais fácil? Não, mas talvez, mais cômodo e menos assustador. Sem dúvida bateu aquele frio na barriga, normal, pois o futuro é um livro cheio de incertezas. Mas por que ter medo de algo que eu amo? Algo que me impulsiona todas as manhãs, põe um norte nos meus próximos dias. Decidi que era hora de inovar, me despedir do já feito para poder seguir o meu caminho, novinho e cheio de incertezas maravilhosas. Como boa leonina, adoro pronomes possessivos, mas quero destacar o da frase anterior, pois, dessa vez mais que em qualquer momento, ele foi muito bem empregado. É o meu voo solo, autêntico, único. Coragem? Ah, terei que ter de sobra, mas acredito que o destino sorria para aqueles que se entregam.
 Vou cursar Comunicação Social, na UFRJ-Universidade Federal do Rio de Janeiro. Faculdade que eu sempre sonhei, desde pequeninha, antes mesmo de saber qual curso escolheria- fui criada escutando só referências boas da universidade, pois meus pais estudaram lá. 
 Hoje tive o primeiro contato com os professores e alunos, apenas palestras, e eu tive certeza. Sim, eu fiz a escolha certa, e não tem sensação melhor do que essa.
 Célfie com cara de bobona mas extremamente feliz.

 Vocês me acompanham desde o colegial, por isso, não poderia deixar de compartilhar a nova etapa com vocês. Quero fazer post com produções para usar na faculdade, além de mostrar os meus Looks no Look. O de hoje não foi um dos meus looks mais criativos, mas me perdoem pois estava morrendo de ansiedade. Adoro listras para incrementar uma produção basiquinha. Puxei para o lado navy com as alpargatas em azul marinho. Shortinho branco e bolsa da Longchamp, perfeita para faculdade, usar no aeroporto.
 Para encerrar, trecho de umas das minhas crônicas favoritas da Martha Medeiros" Costumamos nos agarrar ao que é conhecido, a emoções reprisadas, à manutenção do já visto, já feito- raramente arriscamos perder o chão sob nossos pés. Até que alguém dá um salto mortal bem na nossa frente, e não se estatela, ao contrário, se sobressai. É quando dá vontade de ter coragem também. Coragem de sentir medo. E então descobrir que o destino não nos abandonou como parecia. Só estava esperando que a gente se tornasse mais merecedor de seu sorriso." Martha Medeiros

Look no Look: Florescer

 Estampas florais são sempre um clássico do closet de qualquer mulher por acrescentarem um quê feminino. O bacana para inovar, é fazer abordagens menos literais que as estampas liberty, ou seja, com um viés mais artístico, como é o caso desse macaquinho. A print se assemelha com um quatro pintado em aquarela.
 Os recortes no macaquinho acrescentam um tom moderninho e um sex appeal na medida-bem típico de grifes como Anthony Vaccarello e Thierry Mugler, como confirmamos mais uma vez no PFW que está ocorrendo- balanceado pela estampa delicada. Detalhes no tom da print e voilá.
Macaquinho: Incena | Sandália: Anas | Brinco: Brechô de Paris | Bolsa: Vintage da Vovó

 Usei o Look no Look no churrasco de aniversário da Julia, uma das minhas melhores amigas, então a produção tinha que ser mais elaborada, né?
 Aprovado?

quarta-feira, 4 de março de 2015

Achados e Pechinchas: Leader + Renner

 Antigamente fazia post com Achadinhos e Pechinchas que encontrava nas fast fashion e pelo número de visualizações, vejo que vocês curtem esse tipo de post. Estou certa? Bom, se eu estiver, vocês vão adorar o que vem a seguir.
 Semana passada lançou a coleção da Marina Ruy Barbosa para Leader e eu fui conferir-além de fazer umas comprinhas haha, brincadeira, só comprei o chapéu floppy que usei nas fotos do editorial (um pouquinho dele aqui no meu Instagram). Adorei as peças, mas antes de tudo, tenho que comentar o quanto eu amei essa história da Leader ter embarcado finalmente em coleções assinadas-a primeira foi com a Heleninha Bordon. As roupas são todas no perfume anos 70, que está com tudo, como já sabemos.
 Fui também na Renner, muitas peças setentistas novamente, street e algumas muito interessantes da ala masculina.
 Meu chapéu floppy e amo a blusa com amarrações no decote.
 Estampa beeem hippie com um toque psicodélico, perfeita para uma produção riponga repaginada. Amo a calça de boca flare.
Adorei o detalhe bordado com flores no busto e amo essa blusa ciganinha.
 A tal calça boyfriend destruída que eu quero, além do macacão jeans perfeito para criar um look urbano cheio de atitude.



 Fiquei apaixonada pelas t-shirts da ala masculina. Perfeitas para criar um look hi-lo, balancear com peças mais femininas ou cortá-las para fazer costumizações.
 Quero saber se continuo com a tag. Gostaram?

terça-feira, 3 de março de 2015

It's All About Fashion: Musas 70's para inspirar

 No Outono/Inverno deste ano vocês só irão ouvir falar de uma década: anos 70. Nos desfiles do ano passado, tanto internacionais quanto nacionais, a moda lançou seu olhar para a época dos festivais de música, da emancipação feminina e da explosão cultural, ou seja, para a virada dos anos 60 para os 70. Amo as tendências da época, desde o boho chic à disco queen, bem no estilo Os Embalos de Sábado a Noite.
 Bom, para entrar no clima e já ir pensando nos Looks no Look que vocês irão usar nos próximos 6 meses, fiz uma listinha com as 5 divas da época, ícones da moda. É muito estilo e inspiração de sobra!
 Françoise era queridinha de Mick JaggerBob Dylan e Come des Garçons (marca de muita influência no mundo da moda). Conquistou o pessoal da década cantando músicas em francês. E é claro, não podemos deixar de falar que ela inspirou também Yves Saint Laurent. Amo o estilo dela.

 Jane fez vídeos de ginástica. ganhou Oscar com seus filmes. É um ícone da moda dos anos 70 pelos óculos redondos que usava, além dos vestidos longos estampados, ou seja beeem hippie. Adoro o estilo irreverente da Jane.

 A Charlotte tem um pedacinho no meu coração pela sua beleza natural, amo as sardinhas de sol. Foi eleita uma das mulheres mais sexys da época.

 Farrah vai ser sempre lembrada como a Pantera. Sempre com um sorriso no rosto, cabelos beeem volumosos, com um estilo invejável: camisas largas, jeans flare, camisetas.

 Dispensa comentários! Amo os cílios destacados, as produções irreverentes, a personalidade. Lembram do post dedicado à ela aqui?




 Fiz o post para relembrar as mulheres mais icônicas dos anos 70 e para quem quer ver mais, vale a pesquisa no Pinterest. Espero que elas te inspirem assim como para mim.

Cult: Birdman + Insta Look no Look

 No início do ano, estabeleci como meta alimentar o blog diariamente com assuntos bacanas e autênticos, além de expandir os meus horizontes. Um desses planos era criar uma tag para falar de Cultura, pois graças aos meus pais, cresci em meio a muitos filmes, peças de teatros, exposições de arte e muitos livros, ou seja, amo esse universo Cult desde pequeninha.
 Sempre gostei muito de filmes, desde aquelas comédias românticas para distrair um pouquinho nossa mente, passando por clássicos até filmes cult, daqueles bem diferentes (principalmente franceses), sabem?
 Comecei a me questionar: por que então não externar essa vontade latente (exagerada) que eu tinha, sabe? Então, voilá. Resolvi começar a tag em grande estilo com o vencedor do Oscar 2015: Birdman ou A Inesperada Virtude da Ignorância. Ah, não posso deixar de compartilhar o Look no Look que usei para ir ao cinema com a mami.
Meu Look no Look- Blusa: Eclectic | Calça: Zara | Alpargata: Sonho dos Pés | Bolsa: feita pela vovó
 Bom, vamos começar a minha primeira resenha, não tenho muita experiência no assunto, mas tenho boa vontade de sobra, o que vale bastante, não? Além do mais, a prática faz a perfeição
 O filme conta a história de um homem que fez muito sucesso nos anos 90 ao interpretar um super-herói, o Birdman. Ele recusa a proposta de gravar o quarto filme da saga e então, cai no ostracismo como milhares de atores que vemos por aí, ou seja, já começando a trabalhar a questão do talento e como ele é em conjunto ao sucesso e ao viés comercial que a indústria da mídia propõe. Além da repulsa da fama, ele tem que lidar com o estigma de homem-pássaro, pois o ator propriamente dito não era reconhecido, mas sim seu personagem, ele estava preso ao papel que ele estrelou. Para reavivar sua carreira, ele decide então dirigir, estrelar e lançar uma peça na Broadway, inspirado em um livro antigo. Em um desenrolar da trama, um dos atores do elenco é substituído por um ator jovem, aclamado pela crítica e o público-tudo que o ex-Birdman gostaria de ser novamente. Até aí um roteiro que poderia beirar o drama de uma carreira frustada, no entanto, o roteiro tem um desenrolar brilhante e autêntico! Sabe aquele momento que você acha que o fim do filme está próximo? Pois bem, ele não está. O modo como a filmagem é feita, em plano sequência (quase sem cortes), deixa tudo mais interessante e cria um ritmo de continuidade ao filme, imprescindível para manter a trama animada. Bom, não vou contar tudo pois não quero dar spoilers, mas sim, inspirar quem queira ver o filme ou para quem já viu, discutir comigo sobre o que acharam. Birdman levou 4 estatuetas do Oscar: melhor filme, melhor diretor (o mexicano Alejandro Gonzáles), além de melhor roteiro original (sem dúvida, totalmente algo inesperado) e fotografia. Ah, não posso deixar de mencionar algo interessante: o artista que interpreta Birdman é Michael Keaton, ex-Batman, algo bem semelhante com seu papel no filme. Acho que isso tornou a atuação mais real e intensa.

 E aí? Me sai bem? Quero saber se gostaram e tudo mais.

terça-feira, 24 de fevereiro de 2015

I wish that: Itens chave do momento

 Quando vai chegando o fim de uma estação, já vou logo montando uma listinha para usar na próxima com peças que quero muito e são essenciais para passear por diversos Looks no Look no meu guarda-roupa. Dessa vez não seria diferente e achei interessante compartilhar com vocês, pois além de vocês já irem entendendo qual vai ser a vibe das produções que vem por aí, serve de inspiração e é claro, ainda dá espaço para falarmos de tendências.
 É só entrar na Zara, Renner, Forever 21 que você encontra um modelo boyfriend beeem destruído esperando para ser seu! Estou querendo faz tempo uma com essa modelagem para fugir do tradicional, além de ser mais interessante por passear de produções mais despojadas se combinadas com rasteiras normcore ou looks hi-lo, quando combinadas com salto ou blusas de brilho-um contraste interessante.
 Ando querendo dar uma implementada no meu estilo, para torná-lo mais pessoal e com um quê excêntrico, por isso, uma sandália do tipo seria perfeita! Elas sempre acrescentam um perfume autêntico. A da foto é da Abrand.
 Mais uma calça para minha lista. Cambiando para o estilo hippie, beeem anos 70, que vem com tuuudo este ano, estou procurando uma dessas para chamar de minha. Além de serem muito estilosas, são mega confortáveis, fator que ando prezando mais ultimamente.
 Os turbantes deram sinal de que viriam com tudo ao aparecerem nos desfiles de verão da Missoni e da Saint Laurent. Eles são uma versão mais extravagante dos lenços e prometem fazer sua cabeça. Não quero necessariamente turbantes, mas também bandanas estampadas para dar um up em qualquer produção mais simples.



 E vocês, já fizeram uma listinha?
 Quero saber uma coisa meninas: vocês preferem o post de Wishlist com fotos ou com as peças selecionadas no Polyvore?
 Até amanhã.